Crônica: Bia e suas histórias

Crônica: Bia e suas histórias

Por Morena Flor – aluna do CEEJA de Marília

Bia se casou com apenas 13 anos. Seus pais sempre falavam que mulher nasceu pra casar, ter filhos e cozinhar. Seu pai agredia sua mãe verbalmente e fisicamente. Estudou de tanto a sua madrinha brigar com ele. Estudou até os 12 anos. Fugiu de casa para casar pensando em ser feliz e voltar a estudar. Mas a história se repetiu. O ex-marido lhe batia e maltratava. Dizia que lugar de mulher é na cozinha mesmo. E trabalhando na roça para ter filhos saudáveis.

Sofreu muito. Era espancada quase todos os dias. Trabalhava feito escrava na roça em casa. A vida se resumia em tristeza. Levou choque. Achou que iria morrer. Foram 29 anos de sofrimentos, se sentindo a pior pessoa do mundo. Sentia vontade de morrer. Não queria mais continuar. Um belo dia engravidou.

Já estava com 18 anos, ai pensou: “agora vou ser feliz, vou ter uma pessoinha para me fazer feliz!”. Enganou-se! Foi mais uma pessoa para sofrer do seu lado. Naquele tempo, as mulheres se casavam para ficar casadas. Ela teve mais 3 filhos. Foi abusada após um dos seus partos, ainda com pontos!

Mas Bia, mesmo se sentindo a última pessoa do mundo, amava seus filhos mais que tudo. Quando já não tinha mais esperança, resolveu se separar! Viveu um dia após o outro. Sem nenhuma expectativa ou sonhos ela disse a si mesma: “vou terminar de criar meus filhos e esperar a morte chegar, não tenho mais porque viver!” Mas Deus não desampara um filho seu, mesmo que esse filho tenha pouca fé.

Para sustentar seus filhos foi pedir emprego numa clínica de odontologia. Começou a trabalhar um dia por semana como faxineira. Os dias foram correndo e passou a ir todos os dias. De faxineira passou a ser amiga da dona. Foram vários anos assim. Para ser mais exato foram cinco anos! Finalmente, ela saiu da periferia e sua amiga se tornou um anjo em sua vida. Ajudou-a a ter sua casa própria e a incentivou a voltar a estudar.

Sabe… Bia nunca imaginou que voltaria a sorrir, que iria fazer planos e voltar a viver. Seus filhos a olha com orgulho. Ouvir “você vai conseguir” é maravilhoso. Nunca foi tarde demais para recomeçar, nem para sonhar. Hoje, ela pensa que vai fazer uma faculdade e ver seus filhos assistindo ela receber o diploma de pedagogia.

Vê-la receber sua vitória é demais! Para Deus nada é impossível. Na vida, temos também sempre um pouco de ajuda de alguns anjos da guarda. Não podemos nos esquecer, é logico, que depende nós também querer aos poucos mudar nossa história.

Caro leitor, prometo voltar aqui para contar pra vocês o restante da historia de Bia.

Estamos de volta: (re) inauguração do Blog do CEEJA
Publicar no Blog

Publicar no Blog

Publicações de Alunos(as) e Professores(as)

Clique aqui para acessar o sistema

 

Publicações de Convidados(as)

Utilize o formulário abaixo para enviar conteúdos a serem publicados no portal da escola.

Clique aqui para anexar arquivos à sua publicação. Nomeie o arquivo com o título de sua postagem.