Escola

“Entre os 25% mais pobres dos cidadãos ainda há um crescimento menor da escolaridade”

Campanha Nacional pelo Direito à Educação

O Plano Nacional de Educação (PNE) estabelece metas e estratégias para a educação no período entre 2014 a 2024 com a função de organizar a atuação dos entes federativos. Ele tem vários objetivos, por exemplo: universalizar a oferta da etapa obrigatória, diminuir as desigualdades sociais e aumentar o índice de escolaridade e de alfabetização da população. Entretanto, segundo balanço da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, por volta de 85% dos dispositivos das metas do PNE não serão cumpridos até o prazo.

Conforme esse balanço, entre as metas que possivelmente não serão concluídas até 2024 está a meta 8 a qual pretende não só aumentar da escolaridade média dos cidadãos de 18 a 29 anos de maneira que atinja 12 anos de estudo no mínimo para as populações rurais, de regiões de menor escolaridade nacional e dos 25% mais pobres; como também, igualar a escolaridade média entre negros e não negros declarados à Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o Relatório 2020 da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, essa estimativa é devido ao avanço insuficiente dos dispositivos dessa meta, pois embora houve um crescimento maior da escolaridade média da região Nordeste do país, o meio rural e entre os 25% mais pobres dos cidadãos ainda há um crescimento menor e avança lentamente a igualdade da escolaridade média das populações negra e não-negra.

Fontes:

http://pne.mec.gov.br/20-perguntas-frequentes
https://campanha.org.br/noticias/2020/06/22/cerca-de-85-dos-dispositivos-de-metas-do-plano-nacional-de-educacao-nao-devem-ser-cumpridos-no-prazo-aponta-balanco/

 

Você também pode gostar...

Deixe um comentário