Sociologia

Qual a diferença entre o homem e o animal?

As diferenças entre os homens e os animais 

Percebe-se  que  existem  mais semelhanças do que diferenças, mais quantitativa  que qualitativas, porque para entender  o homem  se observa os animais, a inteligência entre primatas e crianças.

A Escola Fenomenológica diz que a principal diferença entre  homens e  os animais é que os seres humanos tem consciência da sua própria a finitude, tem consciência que vai morrer,  tem consciência de uma relação com o tempo,   tem consciência que começamos  e terminamos,  tem consciência da verdade, tem consciência da  virtude, tudo  isso determina um conjunto de problemas e disposições a nossa consciência pelo nosso estar no mundo. O homem, através das suas diferenças, defronta-se com seu comportamento, pois o homem é um ser surpreendente; sua mudança é constante, seus hábitos, costumes, crenças e culturas. A palavra “razão”é o que predomina em seu vocabulário. Os animais também são seres inteligentes, mas sempre se reduz à sensibilidade, é um ser que age de acordo com seu instinto, porém seus sentimentos são fortes e puros em relação ao homem.

Os animais não visam um conhecimento para o futuro, mas vivem a realidade do momento, se expressam de uma maneira natural para a vida.

Os animais são na verdade seres organizados, dotados de um sentimento profundo e expressam essa forma de vida aos olhos dos homens que não entendem, nem compreendem e nem respeitam um ser que é tão lindo e natural, independente de sua espécie.

Diferenças:  Se concentra  na linguagem, é que a linguagem humana tem um conjunto de propriedades que não se encontra correlato aos animais, por exemplo a linguagem humana é capaz de representar o negativo, as ausências, metáforas, falar uma coisa e dizer outra, deslocar o agente da fala da 1ª pessoa, 2ª pessoa e 3 ª pessoa…, enquanto os animais se compreende de uma maneira muito superficial fora da situação da natureza, não permite metáforas.

O homem domina todo espaço que encontra, ele infelizmente interfere até no espaço animal. O homem sempre visa o seu objetivo, sem se importar se irá destruir outras vidas, o homem ao mesmo tempo que constrói, destrói tudo num simples piscar de olhos, o homem fez deste mundo um barril de pólvora que a qualquer momento pode explodir.

REFERÊNCIAS:

Monografias – Brasil Escola, Rizomas.

Você também pode gostar...

1 comentário

  1. ceeja-admin

    Ótima postagem professor Avelino e de extrema importância para nos fazer entender e respeitar o meio em que vivemos!!

Deixe um comentário