Escola

Como a Dança pode contribuir nos tempos de Pandemia e Isolamento Social!

A dança é uma ótima opção com benefícios para o corpo e para a mente

Que o isolamento social como medida para tentar conter o avanço do novo coronavírus. A dança é uma ótima opção de treino em casa, mudou a rotina de muita gente não é novidade. Quem pode ficar em casa busca meios para ocupar a mente e cuidar da saúde e fazer uma aula de dança pode ser uma ótima pedida, nesse momento em que estamos vivendo.

dança

Dançar significa relaxar, liberar endorfina, dopamina e serotonina, hormônios que dão a sensação do prazer e, por isso, vai ajudar a combater o estresse, muito presente na vida das pessoas em tempos de isolamento social

Especialista destaca a importância de realizar atividades físicas em período de quarentena.

Segundo o doutor Luis Polito Professor de Educação Física da Universidade de São Judas, fala sobre o assunto e destaca a importância de manter-se ativo e praticar exercícios físicos, com segurança e sem sair de casa. As atividades físicas geram diversos benefícios para o corpo e para a mente, por isso a pratica é tão recomendada por profissionais da saúde. 

“Se exercitar é fundamental para a saúde física, aumenta a resposta imunológica do organismo e é essencial para a saúde emocional, especialmente quando vivemos momentos de estresse como o que temos enfrentado nas últimas semanas”, diz a especialista em educação da Zumba , Ludmila Manzano. A dança , segundo a profissional, também carrega os mesmos benefícios.

Vantagem de fazer aulas de dança em casa

1. Elimina calorias:

Como qualquer exercício, a dança também ajuda a eliminar calorias e, dependendo da sua alimentação, te ajuda a emagrecer. “Dependendo da intensidade que o aluno colocar em cada movimento, ele pode queimar até 1.000 calorias em uma aula de Zumba”, conta Ludmilla, que enxerga o esporte como um “exercício disfarçado”. Mas, de acordo com a profissional, dançar, assim como todas as atividades físicas, tem que ser feita com frequência. “No mínimo três vezes por semana”.

2. Combate o estresse

Dançar significa relaxar, liberar endorfina, dopamina e serotonina, hormônios que dão a sensação do prazer e, por isso, vai ajudar a combater o estresse, muito presente na vida das pessoas em tempos de isolamento social .

“Basta começar a música, que automaticamente consigo perceber os alunos sorrindo com seus familiares em casa”, fala a especialista.

3. Tonifica os músculos

Colocar o corpo para mexer com uma boa música vai beneficiar o corpo todo. A Zumba, por exemplo, mistura ritmos como salsa, merengue, cumbia e reggaeton. “São muitos movimentos na coreografia, o que trabalha a musculatura das pernas, abdômen e membros superiores enquanto se dá passinhos, giros e requebradas. É uma modalidade de dança fitness bem completa”, afirma Ludmilla.

dança

shutterstock
A dança também vai ajudar a tonificar os músculos

4. Diminui a ansiedade

Muitas pessoas também relavam um certo tipo de ansiedade na quarentena , mas um ponto para a dança, que exige que o aluno tenha total atenção no momento, desligando a mente dos ansiosos e ajudando a manter a calma.

5. Socialização mesmo em isolamento

Por fim, mas também muito importante, as aulas podem ser praticadas em grupos virtuais, o que vai ajudar os alunos na socialização, ainda que virtual.

Leia também: Use a dança para descobrir sua sensualidade

“É poder quebrar o distanciamento e se sentir em comunidade. A aula em grupo, além de motivar, é o momento de prazer de quem está há mais de três semanas sem sair de casa.”, pontuou a professora de dança .

Sugestões para quem quer praticar dança em casaO que não falta são opções de aulas de dança e professores fazendo lives nas redes sociais nesses tempos de isolamento. “É possível fazer aulas de Zumba, por exemplo, virtualmente. Instrutores do mundo inteiro têm dado aulas online diariamente através de salas particulares como Zoom, Skype e Google Hangouts, para manter uma rotina saudável em todos os sentidos”, explica Ludmilla.

Há também outros ritmos. Veja alguns exemplos:

  • Cardio Dance da BTFit

A BTFit é um aplicativo da Bodytech e, por conta da quarentena, está totalmente gratuito. Entre as aulas coletivas tem a Cardio Dance, que mistura alguns estilos musicais, como hip-hop, axé, samba e até ritmos latinos.

  • Fit Dance na Smart Fit

A Smart Fit também liberou alguns treinamentos para você fazer em casa durante a pandemia, entre eles o Fit Dance, que mistura a dança com diversão com diversos estilos musicais.

  • Cia Daniel Saboya

Famoso no YouTube, Daniel Saboya ensina na plataforma a coreagrafia das músicas do momento, como funk, sertanejo, pop, entre outros. O interessante do canal, é que ele ensina as coreografias passo a passo para depois dançar a música completa.

  • Dança de Salão no Dance Mais Online

Também no YouTube, o Dance Mais Online é um canal de dança de salão, uma ótima opção para quem quer fazer a aula na companhia de outra pessoa.

  • Sapateado com How to Tap Dance

Para quem gosta de sapateado, o How to Tap Dance é uma ótima opção. O aplicativo conta com mais de 60 passos. O app é todo em inglês, mas com imagens fica fácil de acompanhar as aulas.

  • Ballet Lite

O Balltet Lite oferece aulas de balé e também tem uma série de passos, posturas e posições separados por nome.

Quer dançar? As vantagens da dança a dois - Tyent Brasil - água ...Amaralina - Porto Alegre,Rio Grande do Sul: Aulas de Danças Árabes ...Sesc São Paulo - Novos episódios de Dança Contemporânea estreiam ...

Imagens incríveis da história do balé no século XX (FOTOS ...

 

Fonte: undefined – iG @ https://delas.ig.com.br/alimentacao-e-bem-estar/2020-04-10/como-a-danca-pode-te-ajudar-em-tempos-de-isolamento-social.html

.

Você também pode gostar...

1 comentário

  1. ceeja-admin

    Parabéns Maria Helena. Eu amo esse tema: Dança! E concordo plenamente que a dança mexe com tudo na gente, faz muito bem para o corpo e para alma… pois quem DANÇA é mais feliz!!! 🙂

Deixe um comentário