Escola

Ações individuais e coletivas para evitar acidentes com escorpiões!

Manter a casa cuidada, mas também acionar as autoridades públicas são apenas duas atitudes cidadãs para evitar um grave problema

ACIDENTES COM ESCORPIÕES

Escorpiões se adaptam às cidades e número de ataques aumenta no ...
Os acidentes com escorpiões podem ser fatais, principalmente quando as vítimas são crianças. Assim sendo em casos de acidentes, é fundamental a procura imediata por ajuda médica.

→ O que o veneno do escorpião causa no organismo humano?

nullDe uma maneira geral, a picada de um escorpião provoca dor local intensa, vômitos, taquicardia e agitação. Nos casos moderados, podem ocorrer enjoos, vômitos, sudorese e aumento da pressão arterial. Já em casos graves, é comum a presença de vômitos persistentes, agitação, sudorese excessiva, palidez, tremores, espasmos e até mesmo insuficiência cardíaca e choque anafilático, o que pode causar a morte.

Vale destacar que todos os escorpiões possuem veneno, entretanto, nem todas as espécies possuem veneno capaz de causar danos graves ao nosso organismo. Estima-se que apenas 2% das espécies causem acidentes que necessitam de acompanhamento médico.

→ O que fazer em caso de picada de escorpião?

Ao ser picado por escorpião, é necessário limpar o local apenas com água e sabão e procurar imediatamente ajuda médica. Caso seja possível, é importante levar o animal para que a escolha do tratamento adequado seja feita de maneira mais rápida. Dependendo do caso, o médico poderá realizar a administração de soro antiescorpiônico ou antiaracnídico.

É fundamental que não sejam feitos torniquetes nem cortes no local da picada. Também é importante não aplicar nenhum medicamento ou outro produto. As glândulas de veneno do escorpião estão localizadas no télson

→ Quais são as principais espécies de importância médica encontradas no Brasil?

Principais espécies de escorpiões de importância médica no Brasil ...

Existem cerca de 1600 espécies de escorpião no mundo e apenas 25 colocam em risco a saúde das pessoas. No Brasil, as espécies que mais causam acidente são as pertencentes ao gênero Tityus, como o Tityus serrulatus, conhecido popularmente como escorpião-amarelo.

O escorpião-amarelo possui pernas e caudas com coloração amarelo-claro, e o tronco apresenta-se mais escuro. Na região da cauda existe uma serrilha nos anéis 3 e 4, daí a denominação “serrulatus”. Essa espécie é a que mais causa acidentes no Brasil, inclusive registros de óbitos.

Outras espécies importantes de escorpião é o escorpião-marrom ou preto (Tityus bahiensis), espécie que mais causa acidentes em São Paulo; o escorpião-amarelo do Nordeste (Tityus stigmurus), responsável por uma grande quantidade de acidentes no Nordeste; e o escorpião preto da Amazônia (Tityus paraensis).

→ O que podemos fazer para diminuir a ocorrência de escorpiões em nossas casas?

A fim de evitar acidentes com escorpiões, é fundamental cuidar da área externa e interna de nossas casas. Veja a seguir algumas dicas de como controlar a ocorrência desses artrópodes:

– Manter os quintais e jardins sempre limpos, sem lixo, entulhos, materiais de construção acumulados ou troncos e folhas secas;

– Colocar telas nos ralos, pias e tanques;

– Tampar a soleira de portas;

– Reparar vãos e frestas nas paredes;

– Manter a casa livre de baratas, grilos e outros animais que servem de alimento para os escorpiões;

– Tampar muito bem as fossas sépticas, pois estas podem atrair baratas e, consequentemente, escorpiões;

– Evitar trepadeiras e outros plantas nos muros e paredes das casas;

– Cobrar das autoridades competentes a limpeza dos lotes baldios próximos a sua residência;

– Não realizar queimadas em lotes baldios, pois pode ocasionar a migração de escorpiões para a sua residência.

Por Ma. Vanessa dos Santos

Você também pode gostar...

Deixe um comentário