Escola

GEOGRAFIA EM POESIA: TEMPOS, ESPAÇOS E PENSAMENTOS

CEEJA E A EDUCAÇÃO PARA O BEM VIVER

Tempos e espaços

Os tempos se encontram,
desencontram e se abraçam,
se arranham, se enlaçam abrigando
a torrente do heterogêneo existir.Matriz de bordado - Geografia 001 no Elo7 | Arte de Bordar ...
É, o existir, pluralidade dos tempos
conviventes no regaço
das correntes performáticas,
animadas e enfáticas
dos inúmeros espaços.
O espaço é testemunha
dos tempos complexos e banais
que se aproximam, se definem, se afetam,
se alinham nas fronteiras relacionais.
Os tempos se animam,
ou afastam seus frontais,
se encaixam, desencaixam,
se alastram pelo mundo
transpassando todos portais.
são, os espaços, descontínuos,
seus regaços, nada formais,
em figuras que se alargam
se esfregam, se embargam
sob formas desiguais.

Poema extraído do livro “Geografia em Poesias: tempos, espaços, pensamentos, de Luiz Carlos Flávio. Disponível em https://sites.google.com/site/geopoemusica/. Acesso em 08 junho 2020.

 

Você também pode gostar...

Deixe um comentário