Escola

Coronavírus Provoca Mudanças no Meio Ambiente!!

Movimento Educação para o Bem Viver

A pandemia de Covid-19 não mudou apenas o estilo de vida dos humanos. Com um terço da população mundial em quarentena, não é de se estranhar que ela também impactasse a dinâmica do meio ambiente. A maior mudança foi a diminuição da poluição atmosférica. Com menos automóveis nas ruas, menos fabricas funcionando, a diminuição na emissão de poluentes foi detectada por satélites em várias regiões do mundo incluindo Brasil.

No Brasil, as emissões de carbono caíram 25,2% no pico da quarentena, desde de então, elas começaram a cair menos a cada dia. No mundo todo, os transportes terrestres responderam por 43% da redução de emissões, a indústria e o setor de energia responderam por outros 43% dessa redução, enquanto a aviação responderam por 10%. O restante se deve a diminuição dos setores como comércio, os prédios públicos e áreas residenciais. O dióxido de carbono é um dos principais fatores que causam o aquecimento global.

As mudanças climáticas não são uma ameaça distante, elas estão acontecendo agora mesmo. Ao analisar essas implicações o estudo aponta para a necessidade de se adotar políticas de contenção de emissão, uma delas é o estimulo ao ciclismo e caminhadas como meio de transporte, o que além de reduzir a poluição causada pelos carros. Com apoiadores como você, nós podemos deter a marcha catastróficas das mudanças climáticas para que comunidades e paisagens possam prosperar.

Assista o vídeo abaixo e veja alguns efeitos colaterais da pandemia para o meio ambiente:

 

 

Você também pode gostar...

1 comentário

  1. […] habitats vitais, um número crescente de espécies está em risco. Incluindo a Humanidade e o futuro que queremos”, como diz o secretário-geral das Nações Unidas, António […]

Deixe um comentário