Escola

PROJETO “A Vez Delas” – a última do ano – abordará: A mulher e a Cultura Popular!

Hoje, à partir das 19h30 na sala de Leitura do CEEJA acontece a última roda de conversa do ano letivo de 2019 do Projeto “A Vez Delas”. A atividade recebe a presença de Rafael Caudas, mestrando da USP, que mediará a roda de conversa conjuntamente com as professoras Raquel e Quelselise, do CEEJA.

null

O tema da roda de hoje trata sobre a participação e representatividade da Mulher na Cultura Popular Brasileira e conta com a presença do Mestrando pela USP Rafael Caudas, de Gizele Medeiros e de Lucas Molinas, cientistas sociais da UNESP, campus de Marília-SP.

O Projeto “A Vez Delas” trouxe para o CEEJA, durante os meses de outubro e novembro, rodas de conversa com temas variados com enfoque no empoderamento feminino levando em conta as relações de gênero e suas desigualdades. Para Raquel Cândido, professora de História do CEEJA “refletir sobre esses temas  traz uma possibilidade concreta para superar as desigualdades em busca de uma sociedade com mais equidade”.

A parceria entre as disciplinas de História e Química, ministradas pelas professoras negras Raquel Candido e Quelselise Xavier, respectivamente, em conjunto com o Coordenador Pedagógico Prof.º Doutor João Paulo Francisco e Comunidade contribuíram para o Bem Viver. Estudantes e membros do entorno da escola participavam das rodas e se expressavam, trocando saberes e interesses, servindo também como conscientização acerca das condições de violência que milhares de mulheres brasileiras estão expostas.

“Enquanto os dados sobre a crescente violência contra mulheres ficarem intocáveis na comunidade escolar, nas rodas de conversa,  nas discussões e debates cotidianos, mais a sociedade estará no escuro em relação aos seus direitos e sem saber das lutas que as mulheres enfrentam”, ressalta a Professora do CEEJA, Quelselise Xavier.

É preciso, portanto, trazer à tona esses debates e problematizá-los de modo que transformações sociais aconteçam e melhorem a vida da população historicamente oprimidas. A presença de alunas na educação de jovens e adultos é cada vez maior, o que deixa claro que trata-se de mulheres que tiveram seus direitos cerceados em algum momento da vida. Segundo professor João Paulo, “estar na escola e poder dialogar sobre essa realidade é essencial para que os educandos e também os professores encontrem sentido e significado na escola”.

Quelselise Xavier

Quelselise Xavier

A Humildade não te faz Melhor que Ninguém, mas te faz Diferente de Muitos! ("Pensador)

Você também pode gostar...

Deixe um comentário