Escola Filosofia UBUNTU

Roda de Conversa: A violência no cotidiano acontece nesta quarta-feira, às 9h da manhã!

A proposta da Roda de Conversa está intimamente relacionada a um dos Objetivos Globais (16º) para o Desenvolvimento Sustentável previsto pela ONU, debates sobre o tema, incentivando e dando voz a todos os envolvidos.

A atividade acontece nesta quarta-feira, dia 28 de agosto, das 9h às 10h30 da manhã, na sala de leitura do CEEJA, sob a regência da Profa. Maria Antonieta.

Uma das características preocupantes de nossa sociedade atual não é a violência em si, visto que esta sempre existiu, mas seu aumento gradual aliado a uma banalização absurda das ocorrências – hoje em dia encaramos, muitas vezes, uma chacina, um assalto em semáforo resultando em morte ou atentado de traficantes a algum estabelecimento comercial como notícias corriqueiras – se tornou “normal”, coisas do dia a dia.

Tal comportamento frio pode ocasionar um estado perigoso e desumano frente aos acontecimentos diários: a indiferença. A indiferença, como um estado passivo e desinteressado impossibilita questionamentos, reflexões, a tentativa e possibilidade de mudança. Se aceita as coisas como elas são e se segue adiante. O mais importante neste momento é exatamente o contrário: a postura ativa, problematizadora, que busca entender uma chacina ou um crime não só como um evento isolado, mas como um fenômeno de nossa sociedade.

Se o mundo lá fora está violento, será que eu também não tenho responsabilidade frente à tal situação? Como irei lidar com isso? Quais as consequências de meus atos isolados sobre o meio em que vio? Estou e/ou estamos fazendo bom uso de nossa cidadania? Qual minha postura ética frente às manifestações atuais de violência?

É preciso discutir, analisar, refletir e propor ações coletivas para o enfrentamento da violência. Quando cada elemento da comunidade tiver consciência de seu papel e de sua responsabilidade social, dialogar sobre os conflitos se tornará uma das maneiras mais eficazes de enfrentar tais problemas.

A educação escolar pode contribuir significativamente para a compreensão da realidade, permitindo que os educandos percebam-se como sujeitos da própria história e agentes de transformação da realidade. Os objetivos da escolarização devem estar comprometidos com a formação humana geral, de modo que todos os membros da comunidade aprimorem sua consciência crítica e adotem atitudes éticas de comprometimento e vinculadas com a prática social

Objetivos principais da Roda de Conversa:

Identificar o questionamento, a problematização como instrumento fundamental para o filosofar, refletir como os conceitos de ética e moral se expressam no cotidiano de cada um, problematizar os sentidos de ser cidadão nos dia de hoje, relacionar direitos/deveres à prática cidadã, compreender como a razão pode, muitas vezes, levar à irracionalidade, examinar as contribuições da pensadora Hannah Arendt acerca da banalidade do mal, refletir sobre a importância da Educação na formação das pessoas e na construção das relações sociais. 

Indicação de vídeo para estudo:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=FszgMS6yq28&w=560&h=315]

Ficha para inscrição:

[googleapps domain=”docs” dir=”forms/d/e/1FAIpQLSdzPFrmYBKSXMAsBx1CsG4o_YxB8F4hDeWmA_BIzdx_mmV4og/viewform” query=”embedded=true” width=”640″ height=”656″ /]

Você também pode gostar...

Deixe um comentário