Escola

Minha trajetória de vida: do CEEJA para a Universidade Pública!

Confira o texto da aluna egressa do CEEJA e atualmente aluna do curso de Pedagogia da UNESP.

Relato aqui parte da minha vida, da minha trajetória e como tive o grande privilégio de estar aqui hoje, atualmente estou cursando o 4º ano de Pedagogia na Unesp de Marília/SP, após estudar no CEEJA e no CAUM – Cursinho Alternativo da UNESP de Marília.

Perdi minha mãe muito cedo e fui criada por parentes, consequentemente tive que começar a trabalhar com doze anos em casa de família nos afazeres domésticos, para ajudar com as despesas da casa da família que me acolheu quando eu tinha apenas 6 anos de idade após a morte da minha mãe.

Naquela época podia se estudar a noite, mas muitas vezes batia o cansaço e acabava dormindo na aula, isso passou a se repetir diariamente até que finalmente desisti de continuar os estudos, apesar de gostar tanto de estudar.

Não culpo a família que me acolheu, eram pessoas muito simples, com um poder aquisitivo muito baixo, tinham filhos pequenos e a situação financeira deles era bem difícil.

Me casei bem jovem, tive meus filhos e minha vida se resumia em cuidar dos filhos e das tarefas domésticas.

Os anos se passaram, meus filhos cresceram , apesar de eu ter estudado bem pouco, sempre os incentivei para que estudassem e tivessem um vida diferente da minha. Acabei me separando e retomando meus estudos.

A minha vinda de Bauru para Marília me fez acreditar em mim novamente, precisava trabalhar e consequentemente continuar meus estudos.

Minha filha me falou e me orientou sobre o CEEJA, o que me deixou bastante a

nsiosa. Fui fazer minha matrícula e logo já comecei a estudar. Foram dias de descobertas e cu

riosidades a cada conteúdo que me era apresentado. Recomecei de onde havia parado, no 5º ano do Ensino Fundamental, terminando o Ensino Fundamental e logo na sequência comecei o Ensino Médio.

Não vou dizer que não houve dificuldades, houve sim e foram muitas. No entanto, continuei persistente no intuito de terminar meus estudos. Fiz todas as disciplinas e concluí. 

Na verdade fiquei um pouco triste, pois gostaria de poder continuar estudando mais. Contei isto para minha filha e ela me sugeriu o CAUM – cursinho alternativo da Unesp, no qual fui prazerosamente me matricular; conclui seis meses de cursinho e, em seguida, no mesmo ano, prestei o vestibular.

Fruto de muito amor, muito empenho e dedicação, passei no curso de Pedagogia da Unesp e estou caminhando para o final. Termino este ano. Não poderia deixar de agradecer a todos os professores que prontamente me ajudaram, por terem acreditado em mim e me ensinado com  tanto empenho!

Minha experiência ao ingressar na Unesp no ano de 2016 foi cheia de surpresas, sendo a primeira delas é que eu era uma caloura. Para mim era tudo novidade: o campus, os prédios, os alunos, a biblioteca, as salas de aula e o professores. Fiquei impressionada com tantos saberes que transmitiam e o quanto são

tão cultos.

Conheci pessoas maravilhosas que me acolheram e me incentivaram; que apesar da diferença de idade me aceitaram e inclusive me sinto

meio que mãe de alguns deles.

No decorrer dos anos passei por várias dificuldades, no entanto, me mantive firme e esperançosa em conseguir concluir minha tão sonhada graduação. E neste momento, em fase de conclusão do curso, estou ansiosa, mas é uma ansiedade boa, aquela com

gostinho de vitória… como uma criança ávida pela chegada do natal para receber seu sonhado presente.

 

Você também pode gostar...

Deixe um comentário