Anderson José Reltessinger Pinto Maria Helena da Costa Rosa

A Minha Vida. Precisamos mudar.

Acompanhe abaixo a crônica do trabalhador Renato – aluno do CEEJA.

Sou Renato. Tenho 22 anos. Moro com minha mãe e minha irmãs. Algum tempo atrás meu pai partiu e fui obrigado a trabalhar. Começou a faltar as coisas dentro de casa e assim não tive outra escolha. A minha escola era muita bagunçada e, como estava cansado, resolvi parar de estudar. 

Não demorou muito tempo, tive que procurar a escola  quando no meu serviço tive uma oportunidade. Esta nova chance me permite subir de cargo. Poderei trabalhar na manutenção. Mas só quando concluir os estudos.

No momento também estou tirando carta. O tempo é curto. Entro à meia-noite no serviço. Saio às 9 horas da manhã. Vou direto para a auto-escola, preciso aprender a dirigir carro e moto. Em seguida, vou para o CEEJA.

Hoje concluí a disciplina de Arte e iniciei em História. Peguei meu primeiro livro na biblioteca da escola. Tenho esperança que a vida vai melhorar. Voltando para casa, descanso um pouco. Mas não muito. Tenho que preparar as coisas para ir trabalhar novamente. Estou correndo atrás de um curso de refrigeração para ampliar meus conhecimentos na área.

Deixe um comentário