Oficinas

Oficina viabiliza ações de prevenção, promoção e atenção à saúde no CEEJA

A atividade “Saúde e Prevenção no CEEJA”, organizada pelas áreas de Química e Ciências, teve a participação especial da médica infectologista Luciana Sgarbi, professora do curso de medicina da FAMEMA, que abordou questões de saúde pública com alunos jovens e adultos

A Organização Mundial da Saúde ( OMS) define saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças ou enfermidades. Tal estado está condicionado a uma variedade de fatores que vão do genético ao social e emocional, até o meio ambiente natural e o construído pelo homem. A “falta de saúde” é um problema que pode ser solucionado a partir de informações adequadas e/ ou da vontade pessoal (Di censo e Griffth, 2002).

IMG_3763.JPG

A Oficina Saúde e Prevenção buscará de forma interdisciplinar, discutir e refletir situações concretas de prevenção e promoção da saúde com a colaboração da médica infectologista Dra Luciana Sgarbi.

Programação da Atividade

Disciplinas envolvidas: Ciências e Química

Professoras responsáveis do CEEJA: Maria de Fátima, Ana Paula e Lucilene

Convidada: Drª Luciana Pedral S. Sgarbi. Infectologista , Docente da disciplina de Infectologia da Faculdade de Medicina de Marília (Famema). Presidente da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital das Clínicas da Famema.

Formação Acadêmica: Universidade Federal da Bahia – Médica infectologia;                                  Unesp Botucatu – Mestrado, Doenças Tropicais.

Data da Atividade: 12 de abril de 2016.

Horário da Atividade: das 19:30 às 21:00 h.

Local: Sala 12 do CEEJA.

Público Alvo: Alunos matriculados no ensino fundamental e médio em quaisquer disciplina do CEEJA.

Conteúdos e Temas: A busca de novos caminhos para a  prevenção de doenças; Articulação Saúde / Educação; Planejamento de ação local e integrada.

Objetivos: Relacionar e interpretar informações de diferentes formas e  conhecimentos disponíveis em situações concretas para entender que a prevenção é a melhor forma de se proteger.

Estratégias: Exposição dialogada sobre as Doenças causadas por vários agentes patogênicos como: vírus, bactérias, protozoários e vermes, focando em especial as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti. Discussão sobre os fatores que viabilizam a transmissão das doenças e a prevenção das mesmas.

Produto Final (função social): Exposição – na escola e na comunidade local – de trechos das ideias discutidas presentes nas produções textuais dos alunos com foco na saúde e prevenção.

Avaliação Interna: Leitura, análise e interpretação dos temas abordados pela palestrante.

 

Você também pode gostar...

Deixe um comentário